IlustraçãoTexto

Vice Versa

Bom dia galera!

Na coluna de hoje, publicarei uma entrevista que fizemos para a AEILIJ – Paulista – Associação dos Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil do estado de São Paulo. Ela foi muito legal e produtiva.

Compartilho com vocês. Um grande abraço.


Meus queridos!

O Vice-Versa de Janeiro é com a escritora e roteirista Diane Mazzoni e o ilustrador Bruno Grossi da regional AEILIJ MG.
Parabéns aos dois e um enorme abraço a todos.

Regina Sormani

Diane Mazzoni (Minas Gerais, 1983) é escritora de literatura infantil, criadora e roteirista do estúdio de ilustração Turadinhas.com. Seus trabalhos sempre envolvem a comunicação, a arte e a cultura.
www.dianemazzoni.blogspot.com
dianemazzoni@gmail.com

Begê (Bruno Grossi – Minas Gerais, 1979) trabalha com ilustração, literatura,cultura e arte. Desenvolve ilustrações e tirinhas para o Turadinhas.com, também ilustra livros infantis, cartilhas, histórias em quadrinhos e tudo o que vê pela frente.
www.begeilustrador.blogspot.com 
begeilustrador@yahoo.com.br

Diane responde

1- Diane, você como roteirista, como é o processo de construção de um livro infantil em cima de um texto pronto que o autor te envia? 

É um trabalho que a gente tem que usar e abusar da imaginação. Eu normalmente leio e releio os textos tentando sentir mesmo em que parte melhor se encaixa a ilustração, em que parte a ilustração pode ajudar mais a criança a compreender a mensagem e em que ponto o texto pode ganhar mais vida e fantasia com a ilustração…


2- E na criação de tirinhas como você desenvolve o tema. De de onde vêm as ideias para produzir? 

As ideias para as tirinhas surgem mais do nosso dia-a-dia mesmo. Muitas coisas que acontecem na nossa vida, se você for parar para pensar são cômicas, trágicas, passamos muitos apertos por aí, não é? É só tentar pensar nessas situações com uma dose de humor que dá para fazer umas piadinhas a partir daí. Muitas ideias vêem também de acontecimentos políticos, econômicos e de notícias do que acontece no Brasil e no mundo.


3- Como escritora, de onde você tira esta sensibilidade de se comunicar com o mundo infantil através de seus poemas e textos? 

Não sei, mas acho que me mantive um pouco criança até hoje. Dizem que isso é bom… Gosto muito de crianças, da espontaneidade e criatividade delas. Tento entrar nesse mundo, tento me divertir …


4- Hoje você trabalha com ilustração e cultura. Como é trabalhar com essas duas áreas ecomo você desenvolve estes trabalhos? 

Pessoalmente são áreas que gosto muito… Trabalhar com arte e cultura parece que alimenta a alma, deixa a gente mais feliz, de certa forma. Afinal, estamos lidando com coisas belas, com a estética… Acho que sempre que estamos trabalhando com ilustração, estamos contribuindo culturalmente, pois é algo que diverte, faz refletir, instiga a imaginação. Um dos últimos trabalhos que realizamos, por exemplo, foi a ilustração de uma cartilha sobre Folia de Reis, voltada para o público infantil, com o objetivo de aproximar mais as crianças dessa tradição regional tão rica.


Bruno responde

1- Bruno, como você acabou entrando nesse mundo da ilustração, se profissionalizando nesse mercado? 

Comecei brincando, desde criança já desenhava os personagens de desenho animado da época nas capas dos meus cadernos e até fazia umas revistinhas em quadrinhos e vendia hehehe. Depois disso, nunca mais parei de rabiscar, estava sempre com um caderninho na mochila.

A oportunidade de me envolver mais com a ilustração surgiu em 2005 quando dei início aos primeiros traços do Turadinhas.com. Logo depois, em 2006, montamos uma empresa e tivemos força para trabalhar e viver de ilustração.


2. O que vocês ilustradores estão fazendo para se fortalecerem como profissionais? 

A ilustração hoje ainda não é considerada profissão, este é um dos tópicos que mais abordamos em rodas de conversas, em grupos de e-mail e associações. A preocupação maior é a de se profissionalizar, ter respeito e direitos de um trabalhador comum, com oportunidade de carteira assinada, aposentadoria, etc.

Eu, além de desenhista, sou um grande pesquisador e divulgador desta área. Criei o PORTAL DO ILUSTRADOR que possibilita que ilustradores de todo o Brasil se conheçam e troquem “figurinhas” sobre ilustração, dificuldades e experiências e divulguem seus trabalhos.
Já estamos bem próximos do milésimo usuário cadastrado.

Imagine uma união de mais de 1.000 ilustradores. Um local em que todos podem aprender, negociar novos trabalhos e crescer profissionalmente. Além de ser uma vitrine para empresas e editoras contratarem os serviços de cada um.

3. O que mais te inspira e o que mais te motiva como ilustrador? 
Como surgem as ideias para as ilustrações e como é o seu processo criativo para desenvolvimento das ilustrações de um livro infantil? 

O que me inspira é entrar neste mundo mágico. É dar vida ao texto. Como sempre digo “Ilustrar é sonhar com as mãos”. Podemos fazer o que quisermos, é só colocar no papel, isto é incrível!

Quando sou contratado, eles enviam o texto, a roteirista examina e já especifica as ideias para as cenas, assim, ela me passa e eu ilustro, seguindo o roteiro para ficar o mais próximo possível da ideia do livro. Quando pego um texto corrido, na medida em que leio já vou criando os personagens, cores e imagens na cabeça. É uma viagem completa e eu amo isso.

4. Até onde você quer chegar com seu lápis?
Quais são seus próximos passos e planos para o futuro? 

Quero ser um ótimo profissional. Ter o meu traço e a minha linha de criação própria. Desejo ser lembrado pelos meus desenhos como muitos ilustradores e cartunistas são. Tenho o Turadinhas para me ajudar a realizar este sonho. Fazer tirinhas e cartuns para alegrar a todos que as lêem. Fazer ilustrações personalizadas para os clientes ficarem super felizes e contentes com o trabalho. Afinal, a vida é uma diversão, não é mesmo? Nada melhor do que trabalhar se divertindo!

Fonte: http://aeilijpaulista.blogspot.com/2011/01/vice-versa-de-janeiro-de-2011.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *